A fantastica fórmula da Coca-Cola

Texto retirado daqui.

Aula sobre refrigerantes
DIRETAMENTE DUM DOS MAIORES FABRICANTES
Na verdade, a fórmula secreta da Coca-Cola se desvenda em 18 segundos em qualquer espectrômetro ótico, basicamente até os cachorros a conhecem. Só que não dá para fabricar igual, a não ser que você tenha uns 10 bilhões de dólares para brigar com a Coca-Cola na justiça, porque eles vão cair matando.
A fórmula da Pepsi tem uma diferença básica da Coca-Cola e é proposital: exatamente para evitar processo judicial. Não é diferente não porque não conseguiram fazer igual, não; é diferente de propósito, para atrair o consumidor da Coca-Cola que quer um gostinho diferente com menos sal e açúcar. MAS SÓ UM POUQUINHO DIFERENTE.
Entre outras coisas, fui eu quem teve que aprender tudo sobre refrigerante gaseificado para produzir o guaraná Golly aqui (nos EUA), que usa o concentrado Brahma. Está no mercado até hoje, mas falhou terrivelmente em estratégia promocional e vende só para o mercado local, tudo isso devido à cabeça dura de alguns diretores.
Tive que aprender química, entender tudo sobre componentes de refrigerantes, conservantes, sais, ácidos, cafeína, enlatamento, produção de label de lata, permissões, aprovações e muito mais. Montei um minilaboratório de análise de produto, equipamento até para analisar quantidade de sólidos, etc. Até desenvolvi programas para PC para cálculo da fórmula com base nos volumes e tipo de envasamento (plástico ou alumínio), pois isso muda os valores e o sabor. Tivemos até equipe de competição em stock-car.
Tire a imensa quantidade de sal que a Coca-Cola usa (50 mg de sódio na lata) e você verá que a Coca-Cola fica igualzinha a qualquer outro refrigerante sem-vergonha e porcaria, adocicado e enjoado. É exatamente o cloreto de sódio em exagero (que eles dizem ser “very low sodium”) que refresca e ao mesmo tempo dá sede em dobro, pedindo outro refrigerante, e não enjoa porque o tal sal mata literalmente a sensibilidade ao doce, que também tem de montão: 39 gramas de sacarose.
É ridículo, dos 350 gramas de produto líquido, mais de 10 % é sacarose. Imagine numa lata de Coca-Cola, mais de 1 centímetro e meio da lata é sacarose pura… Isso dá aproximadamente umas 3 colheres de sopa CHEIAS DE SACAROSE POR LATA !…
– Fórmula da Coca-Cola?…
Simples: concentrado de açúcar queimado – caramelo – para dar cor escura e gosto; ácido ortofosfórico (azedinho); sacarose – açúcar (HFCS – “High Fructose Corn Syrup” – açúcar líquido da frutose do milho); extrato da folha da planta COCA (África e Índia); poucos outros aromatizantes naturais de outras plantas; cafeína; conservante que pode ser benzoato de sódio ou benzoato de potássio; dióxido de carbono de montão para fritar a língua quando você a toma e junto com o sal dar a sensação de refrigeração.
O uso de ácido ortofosfórico e não o ácido cítrico como todos os outros usam, é para dar a sensação de dentes e boca limpos ao beber- o fosfórico literalmente frita tudo e em quantidade pode até causar decapamento do esmalte dos dentes ( coisa que o cítrico ataca com muito menor violência), pois o artofosfórico chupa todo o cálcio do organismo Podendo causar até osteoporose, sem contar o comprometimento na formação dos ossos e dentes das crianças em idade de formação óssea, dos 2 aos 14 anos. Tente comprar ácido fosfórico para ver as mil recomendações de segurança e manuseio (queima o cristalino do olho, queima a pele, etc.).
Só como informação geral, é proibido usar ácido fosfórico em qualquer outro refrigerante, só a Coca-Cola tem permissão… Como retirar, se sem ele a Coca-Cola fica com gosto de sabão? DANE-SE A SAÚDE DO COMPRADOR! Mas então, por que não o substitui? Porque gastaria mais?
O extrato da coca e outras folhas quase não mudam nada no sabor, é mais efeito cosmético e mercadológico.
O mesmo vale para o guaraná, você não sente o gosto dele, nem cheiro, o verdadeiro guaraná tem gosto amargo, ele está na bebida (até porque legalmente tem que estar- questão de registro comercial) mas se tirar você nem nota diferença no gosto.
O gosto é dado basicamente pelas quantidades diferentes de açúcar (inclusive açúcar queimado), sais, ácidos e conservantes. Tem uma empresa química aqui em Bartow, sul de Orlando. Já visitei os caras inúmeras vezes e eles basicamente produzem aromatizantes e essências para sucos. Sais concentrados e essências o dia inteiro, caminhão atrás de caminhão! Eles produzem isso para fábricas de sorvete, refrigerantes, sucos, enlatados, até comida colorida e aromatizada.
Visitando a fábrica, pedi para ver o depósito de concentrados das frutas. Comentei com eles que deveria ser imenso, cheio de reservatórios imensos de laranja, abacaxi, morango e tantos outros. O sujeito olhou para mim, deu uma risadinha e me levou para visitar os depósitos imensos de corantes e mais de 50 tipos de componentes químicos. O refrigerante de laranja, o que menos tem é laranja; morango, até os gominhos que ficam em suspensão são feitos de goma (uma liga química que envolve um semipolímero). Abacaxi é um festival de ácidos e mais goma. Essência para sorvete de abacate? Usam até peróxido de hidrogênio (água oxigenada) para dar aquela sensação de arrasto espumoso (típico do abacate) no céu da boca ao comer.
O segundo refrigerante mais vendido aqui nos Estados Unidos é o Dr. Pepper, o mais antigo de todos, mais antigo que a própria Coca-Cola. Esse refrigerante era vendido obviamente sem refrigeração e sem gaseificação em mil oitocentos e tantos, em garrafinhas com rolha como medicamento, nas carroças ambulantes que você vê em filmes do velho Oeste americano. Além de tirar dor de barriga e unha encravada, também tirava mancha de ferrugem de cortina, além de ajudar a renovar a graxa dos eixos das carroças. Para quem não sabe, Dr. Pepper tem um sabor horrível e é muito fácil de experimentar em casa: pegue GELOL spray, aquele que você usa quando leva um chute na canela, e bote um bom spray na boca! Esse é o gosto do tal famoso Dr.Pepper que vende muito por aqui.
– Refrigerante DIET
Quer saber a quantidade de lixo que tem em refrigerante diet? Não uso nem para desentupir a pia, porque tenho pena da tubulação de pvc… Olha, só para abrir os olhos dos cegos: os produtos adocicantes diet têm vida muito curta. O aspartame, por exemplo, após 3 semanas de molhado passa a ter gosto de pano velho sujo.
Para evitar isso, soma-se uma infinidade de outros químicos. Um para esticar a vida do aspartame; outro para dar buffer (arredondar) o gosto do segundo químico; outro para neutralizar a cor dos dois químicos juntos que deixam o líquido turvo; outro para manter o terceiro químico em suspensão, senão o fundo do refrigerante fica escuro; outro para evitar cristalização do aspartame; outro para realçar, dar “edge” no ácido cítrico ou fosfórico que acaba sofrendo pela influência dos 4 produtos químicos iniciais… e assim vai… A lista é enorme.

Depois de toda essa minha experiência com produção e estudo de refrigerantes, posso afirmar: o melhor refrigerante é água filtrada, de preferência duplamente filtrada, laranja ou limão espremido e gelo.. Mais nada !!! Nem açúcar, nem sal.
AUTOR: ANÔNIMO – por motivos óbvios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: