Notebook Empresdado [Acer? Só de graça!]

Eu estava reclamando poucos dias atrás do meu dilema sobre qual notebook comprar, agora que o meu completou 4 anos de idade e está começando a mostrar sinais de cansaço (apesar de ainda estar inteiraço!).  No dia seguinte a eu ter escrito aquele post, me ofereceram um notebook empresdado, o que poderia ser a solução dos meus problemas. Porque eu tenho gastado um bocado de dinheiro ultimamente “organizando a vida”, e comprar outro computador agora, mesmo decidindo gastar menos de 3000 reais, já seria um problema. O notebook seria muito bem-vindo… mas tinha que ser um Acer?

Por coincidência, li ontem um artigo muito interessante sobre lealdade a marcas. Resumindo, quando um consumidor decide gastar uma quantidade significativa de dinheiro para adquirir um bem, e é obrigado a fazer uma escolha entre diversas opções disponíveis daquele bem, tentará racionalizar os motivos que o levaram àquela escolha. No final, a escolha é dominada por um componente emocional que é maior do que explicações lógicas, mas mesmo assim aquele consumidor sempre estará munido de argumentos racionais para justificar para todo o resto do mundo que a escolha dele é a melhor de todas, e que qualquer pessoa que fizer uma escolha diferente da dele é um idiota. Munir-se desses argumentos é o primeiro sintoma de que o consumidor foi “marcado”: a marca do produto conquistou a lealdade do consumidor, possivelmente para sempre.

A leitura do artigo foi importante para eu tentar controlar a imediata aversão que senti ao ver que o notebook que me ofereceram era um Acer. Senti todos os sintomas típicos de um consumidor “marcado”, descritos detalhadamente no artigo. Mas, por estar bem informado sobre os próprios sintomas, tentei mantê-los sob controle e ter uma atitude de aceitação a essa oferta providencial de um notebook ‘grátis’. Não adiantou. Detestei o computador. Seguem as razões. Se elas são prova de que eu fui “marcado”, ou se esses computadores Acer são mesmo uma porcaria, fica para o leitor decidir.

Bonitinho mas ordinário

  1. No post passado, eu comentei sobre as vantages de computadores de marca sobre computadores que você mesmo pode montar. Uma dessas vantagens é que o fabricante empenhou um certo esforço em encontrar peças, mesmo de fabricantes diferentes, que conversem bem entre si. E fornecem software que funciona perfeitamente com o hardware fornecido. O resultado: aquela sensação de que o computador funciona, direito, desde o primeiro momento. Não foi o que experimentei com o Acer Aspire 5738-6069. Aquele transtorno de procurar e instalar driver, coisa de quem monta computador barato em casa, era algo que eu não esperaria de um notebook de “marca”. Mas lá estava eu com um Windows sem vídeo acelerado e sem som. Primeira decepção.
  2. Pesquisando, descobri que este modelo da Acer vem com um Linux (muito do ruim, por sinal). A máquina que eu peguei, porém, tem um Windows Vista Home Premium original instalado, com selo de autenticidade pregado no computador, com licença OEM da própria Acer. Quando você liga um Dell com Windows OEM, tudo já está instalado e funcionando. No Acer, eu tive que recorrer a um DVD de drivers. Segunda decepção: o DVD é genérico para diversos modelos, e contém drivers diversos, não necessariamente para o hardware da sua máquina. Você tem que adivinhar qual driver utilizar.
  3. Terceira decepção: mesmo com o driver correto, o display é de uma nitidez sofrível. Olhando de lado, você enxerga brilhos coloridos para cada pixel, do jeito que a gente via nos primeiros celulares com display colorido. Basta aproximar o rosto da tela para conseguir VER os quadradinhos que formam os pixels, enormes. A tela é retroiluminada por LED, e por isso muito brilhante. Desconsiderando o fator brilho, o meu Dell de 4 anos atrás tem nitidez MELHOR! Quatro anos atrás!
  4. Quarta decepção: já que eu vou ter que instalar drivers, vamos instalar todos. O driver do Bluetooth não funcionava de jeito nenhum. A máquina poderia ou não ter um adaptador Bluetooth embutido, mas eu compreendi que o fato de ter um BOTÃO físico para ativar o Bluetooth seria indicação de que o esse hardware está presente. Após tentar tudo para instalar o driver, fui pesquisar e descobri que, apesar do botão presente no teclado, aquele modelo não tem Bluetooth. Assim como não tem uma série de outras funções para as quais existem botões separados no teclado. Os botões estão lá de enfeite.
  5. Quinta decepção: o touchpad é uma PEGADINHA DO MALLANDRO. Não pode ser sério. A começar com um botão para desativar o touchpad enquanto você digita, porque ele não é capaz de reconhecer o padrão de digitação e diminuir a sensibilidade do sensor (algo que o meu Dell de 4 anos atrás faz perfeitamente). Tudo bem, OK, eu posso manualmente ativar e desativar o touch. Porém, quando ativado, o movimento do cursor na tela não tem a menor precisão com os movimento do dedo no sensor. Scrolling então? Pode esquecer. E a configuração ainda permitia “zoom por pinçamento”, cópia dos Mac… com a diferença de ser uma cópia barata e de resultados risíveis. É evidente que quase todo mundo prefere o mouse para trabalhar, mas trata-se de um COMPUTADOR MÓVEL! Deve ser possível usá-lo sem mouse. E, acreditem, não é.
  6. Sexta decepção: barulho do cooler.  Não somente o barulho é constante, mas é também muito irritante. Como uma broquinha de dentista. Houve quem me dissesse (dono de Acer, por sinal) que minha irritação com barulho de cooler é porque o computador que eu tenho usado pelos últimos quatro anos foi feito especificamente para notebooks e não dissipa calor suficiente para exigir que o cooler fique ligado o tempo todo, mas que qualquer notebook com Core2Duo ficará com o cooler sempre ligado. Pois bem, o Dell da minha esposa, modelo Inspiron (que é uma linha da qual eu nem gosto), tem um Core2Duo (2 GHz)  e o cooler não fica ligado o tempo todo. Coloquei esse Inspiron para trabalhar e fiz o cooler gritar. O barulho não é tão irritante quanto o do Acer. Tentei entender por quê, e reparei no seguinte: no Acer, o dissipador tem uma forma com inúmeras ranhuras finas. O dissipador que eles escolheram é uma droga de uma FLAUTA DE PAN.  Não é necessariamente o volume do barulho que irrita, mas o fato de ele ficar soprando naquelas ranhurinhas, provocando um som de alta frequência. Muito irritante.
  7. E para completar, a sétima decepção: é impossível usar esse computador no colo. Laptop = “em cima do colo”. O calor da parte de baixo não chega a incomodar o uso no teclado, mas não é possível ficar com ele em contato na sua perna durante mais do que alguns segundos. Isso pra mim é coisa de projeto ruim. Passo!

Como computador, não chega a ser horrível. É bem difícil um computador com um selo Centrino ser ruim. Nunca tive um computador que entra e sai de standby tão rápido quanto este. Mas, quando eu decido ter um notebook, eu exijo a possibilidade de usá-lo no colo sem queimar a perna, e exijo a possibilidade de operá-lo sem um mouse, e exijo que a qualidade do display seja superior à de quatro anos atrás. Ah, e não quero uma flautinha apitando enquanto eu tento trabalhar.

Assim sendo, caso dêem outro fim a este computador, eu não vou sentir falta. Se deixarem-no ficar comigo, vou aceitar porque, pô, FREE COMPUTER. Só acho difícil que eu me acosume com esses defeitos. Se o MEU dinheiro tivesse comprado esta tranqueira, meu cérebro forjaria construções mentais e eu facilmente me convenceria de que foi um excelente negócio! Mas meu desapego a ele me concede a liberdade de dizer, sem medo: eu jamais gastaria dinheiro num notebook tão ruim.

7 respostas para Notebook Empresdado [Acer? Só de graça!]

  1. homemacido disse:

    Honestamente, tem fundamento o que você diz, mas soa muito exagerado e você se baseia em opiniões muito particulares sua. Não abro mão do meu Acer.

  2. Celo disse:

    Fora que a maioria dos Acer tem um bug idiota no touchpad que faz a seta “pular” de um canto a outro da tela só de encostar no pad (às vezes nem precisa encostar).
    Meu Dell pode não ser o notebook mais bem construído, mas não dá pra comparar a construção dos Acer com ele.
    Melhor que isso, só nos Macbook.

  3. Fernando Gate disse:

    Ah, então não fui só eu que vi isso? Eu cheguei a pensar que o driver estava errado. Eu tentava usar o scroll, e o cursor pulava para posições aleatórias na tela. Ridículo. Como eu disse, só de graça.

  4. […] desempenho, preço e experiência do usuário Pois bem: o Acer do post passado? Vai ficar comigo. Não é meu, mas posso usar em casa. Isso é bom e ruim. É bom porque eu não […]

  5. Anne disse:

    vc n parou pra pensar q te “deram” um notebook “novinho” do nada??
    Com certeza ate o dono achou q tava bichado xD
    *Ja tive Acer maravilhosos, ja tive Acer pessimos… acho q a diferenca maior eh entre os modelos (de qqer marca); eu tenho um HP q eu amo, meu irmaozinho teve um Sony q era uma merda… meu antigo Acer so larguei qdo morreu de vez; mas tenho um novo, desses “netbook”, q n daria ao meu pior inimigo…

  6. FLADIMIR GALASSI DA SILVA disse:

    Amigo, tenho um acer 5738 6069 e realmente como disse é impossivel usar o mouse dele! Tambem estou decepcionado com o modelo que adquiri!

  7. Maik Vínicio disse:

    Cara, tenho esse modelo também, e foi o pior investimento que já fiz. o pad é muito ruim, a Cam sempre falha, e o pior, o teclado deu curto acontecia quando eu apertava a letra “o” o número “9” saia junto. Tentei procurar em todos os lugares onde se vende teclados, internet, Sta Efigêniga (São Paulo) e adivinha…
    Esse modelo não tem teclado separado á venda!!! é brincadeira?
    Semana passada ele parou de funcionar. está guardado em uma gaveta agora. e comprei em outubro do ano passado.

    Ou seja, tenho R$ 2.500 guardados em uma gaveta.

    NUNCA COMPREM UM ACER

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: