Por que eu não gosto do recurso Retweet na página do Twitter

Ontem vi, pela primeira vez na minha página do Twitter, a função de RT (retweet). Não me pegou de supresa, porque eu já tinha lido este artigo da PC Magazine alguns dias atrás. Imediatamente concordei com a mensagem do artigo: não, obrigado, eu não quero esta função de RT. Não porque ela não seja útil, mas sim pela maneira como o recurso foi disponibilizado aos usuários.

O recurso do RT não é ideia de nenhum desenvolvedor do Twitter. É uma prática que surgiu espontaneamente entre os usuários, que queriam repetir o que alguém mais já havia “tuitado”, mantendo a autoria da mensagem. A pessoa bota um “RT” na frente do @usuário autor da mensagem, e emenda a mensagem. É prático, econômico (em caracteres) e respeita o autor original do conteúdo. A princípio, os usuários faziam todo o processo manualmente; depois, vários aplicativos automatizaram o retweet.

Os aplicativos do Twitter são programinhas que trazem uma série de benefícios que o próprio site do Twitter não possui. Eles facilitam demais o uso do microblog, principalmente para quem o utiliza a partir de telefones celulares e netbooks. Esta pequena estatística demonstra a enorme variedade de aplicativos clientes de Twitter e que o uso do serviço pela web é minoria.

De vez em quando, o website do Twitter incorpora alguma dessas facilidades, mas geralmente deturpam seu uso. Mais recentemente, o site incluiu o recurso de listas, que foi deliberadamente roubado do Tweetdeck; e agora por último, o retweet.

Eu não gosto da maneira como o site do Twitter incluiu o Retweet no seu repertório porque a visibilidade de tweets e retweets é totalmente bagunçada e desnecessariamente restritiva, assim como a mudança que fizeram que só nos permitem ver replies enviados a pessoas que seguimos. Mas, principalmente, eu não gosto do recurso no website porque ele simplesmente NÃO ME PERMITE EDITAR O CONTEÚDO.

Eu não quero editar o conteúdo para adulterar a mensagem original. Eu quero editar o conteúdo porque quero colocar duas ou três palavrinhas MINHAS acerca do retweet. Quase todo RT que vejo é assim. É como fazem todos aqueles que não são meros papagaios.

A impressão que me dá é que os “donos” do Twitter não fazem a menor ideia de como seus usuários utilizam o serviço. Apesar de eu ser apenas 1 usuário em milhões, manifestarei meu descontentamento não utilizando o Retweet do site.

 

UPDATE: Não notei se o link estava lá quando escrevi o post, mas fato é que está lá agora um link para os usuários enviarem feedback sobre o novo retweet. Eu já usei para registrar minha crítica. Segue abaixo a mensagem que lhes enviei.

Subject : I love RT, what I don’t like is YOUR implementation of RT

I’m really frustrated that I cannot edit the content of the tweet I’m retweeting. Actually what I would like to be able to is add my own few words about the message I’m retweeting.

Most of the time I retweet, I add a short opinion to it. Sometimes that means I have to abbreviate some words on the original message, so that the whole thing will fit in 140 characters — but I have nothing against the possibility to append my own 30 chars after the RT message.

The way it is now, I will just NOT use it.

Uma resposta para Por que eu não gosto do recurso Retweet na página do Twitter

  1. Rapha disse:

    Ótima, tbm senti falta deste recurso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: